Receitas Páscoa – Mini Abóboras com Arroz, Bacalhau e Leite de Coco

abr 02, 2012 Sem comentários by

Especiarias: cocotomilho

A páscoa é uma data comemorativa muito importante no calendário, principalmente no contexto religioso. Ela representa a ressurreição de Cristo e sugere uma oportunidade de renascimento, renovação e prosperidade. Nessa ocasião as pessoas se reúnem para trocar chocolates ou compartilhar uma refeição. Todos os elementos característicos da páscoa são simbólicos, ou seja, possuem um significado cultural.

A data Páscoa  é marcada, a cada ano, de acordo com a primeira lua cheia da primavera européia, que começa em 21 de março. O domingo, seguinte a essa lua cheia, é o de Páscoa, 40 dias antes, a quarta-feira de Cinzas. Esse ano o domingo de Páscoa cai no próximo dia 23.

Os símbolos da Páscoa originam-se de muitos países. O coelho vem da Alsácia, e representa a fecundidade, o ovo então de galinha trocado entre amigos na à antiga Pérsia, chamando a regeneração da vida ao final do inverno.

No século XIX esses ovos de galinha foram substituídos por ovos de chocolate. Passou a ser moda utilizar chocolate para fazer réplicas perfeitas de objetos. Fabricantes italianos tiveram a idéia de fazer esses ovos de chocolate, recheados com bombons, virando símbolo da Páscoa. Chegando ao Brasil em 1920.

O chocolate é feito a partir das sementes do cacau. A árvore é originária da América Central, vive mais de 100 anos. Precisando de solo fértil e chuvas regulares. Cresce até 12 metros. A semente mede 50cm por fruto, se misturando a uma polpa viscosa e esbranquiçada. As mais caras, usadas na fabricação dos melhores chocolates, são do tipo “criolla” ou “arriba” – de sabor fino e delicado, nativas da própria América Central. A “forasteira” tem sabor mais forte e amargo, produzida no Brasil e na África.

Outro símbolo da páscoa é o peixe, que costuma ser o prato principal das refeições da semana santa. O animal relembra a trajetória de Jesus Cristo até o grande dia da sua ressurreição. O girassol também possui uma simbologia na páscoa, apesar do seu sentido ser pouco conhecido, ele representa luz, força e energia.

Para esta semana especial de celebração e união escolhemos a dedo algumas receitas. Nem todas são típicas, mas todas oferecem a oportunidade de preparação de um prato especial para compartilhar com amigos e família.

Mini abóboras recheadas com arroz e bacalhau

Ingredientes
6 Mini abóboras
2 1/2 xícara (chá) de arroz
500g de bacalhau dessalgado e desfiado
1 garrafinha de leite de coco
Alho e cebola para refogar
Azeite a gosto
Sal a gosto
Tomilho pra decorar

Preparo
Preaqueça o forno a 180º, cubra uma forma com papel alumínio e asse as mini abóboras por 40 minutos ou até ficarem macias, mas sem desmanchar. Reserve.
Prepare sua receita de arroz preferida. Enquanto isso refogue a cebola, o alho e o bacalhau desfiado em azeite por 10 minutos. Assim que o arroz estiver pronto, acrescente o bacalhau e o leite de coco, misture bem. Faça uma tampinha nas abóboras, tire as sementes e recheie com o arroz, tampe e leve ao forno novamente por 20 minutos. Depois é só servir, regando com mais um pouco de azeite e decorando com o tomilho.

Rendimento: 6 porções

Fonte: Sabor Sonoro, Mundo das Tribos

COCO

Fruta preferida de qualquer náufrago, desde Robinson Crusoé a Tom Hanks – eles sabem que além de gostoso, pode salvar nossas vidas varias vezes – ,o coco tem uma história longa e fascinante. Praticamente símbolo nacional e tão consumido nos dias quentes nas paradisíacas praias brasileiras é originário de terras distantes.

Algumas teorias dizem que veio da África; outras que veio da Polinésia. Sua origem é difícil de determinar devido ao fato de o coco conseguir flutuar pelo oceano durante meses e ainda germinar quando chega à terra firme.

Foi por muito tempo a única fonte de proteína e água para muitas ilhas do Pacífico. Além disso, coqueiros têm sido utilizados ao longo do tempo como fontes de alimento, fibra, combustível, água e abrigo e hoje ele está presente em todos os trópicos, sendo cultivado em aproximadamente 11,6 milhões de hectares em 86 países. Aproximadamente 95% da produção mundial são provenientes de pequenos agricultores.

O coqueiro não existia no Brasil quando Pedro Álvares Cabral desembarcou sua nau por aqui em 1500. As primeiras referências aparecem no “Tratado Descritivo do Brasil”, escrito por Gabriel Soares de Souza em 1587. Nele está escrito: ‘”as palmeiras que dão os cocos se dão bem na Bahia, melhor que na Índia, porque metendo um coco debaixo da terra, a palmeira que dele nasce dá coco em cinco e seis anos, e na Índia não dão, estas plantas, frutos em vinte anos”.

No sul da Índia a maioria das casas tem um coqueiro. Quebrar um coco no início de qualquer evento é considerado um símbolo para atrair sorte. Também se acredita que a fruta representa Shiva, deus hindu, e que as três marcas encontradas na casca simbolizam seus olhos.

Como usar, plantar e armazenar a especiaria coco.

Receitas com coco.

Allgemein, Coco, Prato Principal, Tomilho Tags: , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Receitas Páscoa – Mini Abóboras com Arroz, Bacalhau e Leite de Coco”

Deixe seu comentário