Paella – Receita de Antonio Banderas

abr 19, 2012 Sem comentários by

Especiarias: açafrão, salsinha

Paella – Receita de Antonio Banderas

Ingredientes
2 colheres (sopa) de azeite
3 tomates sem sementes picados
100 g de pimentão vermelho picado
100 g de pimentão verde picado
½ kg de peito de frango em pedaços
1/2 kg de filé mignon em cubos
2 xícaras (chá) de arroz carnarolli ou arbório
6 xícaras (chá) de caldo de camarão, frango ou carne
suco de 1 limão
sal a gosto
4 dentes de alho picados
açafrão a gosto
salsinha picada a gosto
1/2 kg de camarão médio limpo, temperados com sal e pimenta do reino
10 lagostins, temperados com sal e pimenta do reino
12 camarões grandes pré-cozidos
tiras de pimentão verde e vermelho

Preparo
Em uma paelleira (panela especial para paella), em fogo médio aqueça 2 colheres (sopa) de azeite e coloque 3 tomates sem sementes picados, 100 g de pimentão vermelho picado e 100 g de pimentão verde picado e doure.
Junte ½ kg de peito de frango em pedaços, 1/2 kg de filé mignon em cubos ( se quiser coloque também carne de porco em cubos) e doure também.
Afaste as carnes douradas até as bordas da paelleira e no centro coloque 2 xícaras (chá) de arroz carnarolli ou arbório. Deixe dourando até pegar um pouco no fundo da paelleira (isso dá um gosto bem especial).
Depois de quase grudar no fundo da paelleira acrescente 6 xícaras (chá) de caldo de camarão, frango ou carne, suco de 1 limão e sal a gosto. Junte 4 dentes de alho picados amassados em um pilão com açafrão e salsinha picada e cozinhe por 10 minutos.
Passado este tempo coloque 1/2 kg de camarão médio limpo e 10 lagostins a gosto, cozinhe por 5 minutos.
Quando o arroz estiver cozido, mas ainda ‘al dente’, apague o fogo, coloque 12 camarões grandes pré-cozidos, tiras de pimentão verde e vermelho, tampe a paelleira com papel alumínio e deixe terminar o cozimento por 10 minutos. Retire o papel alumínio e sirva em seguida.

Fonte: Mais Você

AÇAFRÃO

È uma planta herbácea, de folha comprida e arroxeada. Seu uso mais comum é como colorante de pratos como risoto ou a paella. Originário da Grécia e da Ásia, o açafrão é cultivado na maioria dos países mediterrâneos, desde o Oriente Médio e Irã à Caxemira e China. Para se obter 500 g de açafrão calcula-se que são necessárias cerca de 75 mil flores. O trabalho na colheita justifica o preço sempre alto dessa especiaria. Vantagem é que com apenas uma pitada faz-se uma receita farta. O bom açafrão deve ser fresco e de cor laranja-vivo. As falsificações existem aos montes, sobretudo no açafrão vendido em pó. Conta a história que Henrique VIII, da Inglaterra, era tão apreciador da especiaria, que mandava para a forca quem fosse pego falsificando-o. Cleópatra também utilizava a essência de açafrão para seduzir. Os fenícios tinham a tradição de passar a noite de núpcias em lençóis coloridos com açafrão e os gregos consideravam um afrodisíaco poderoso, quando misturado no banho. Ainda hoje é utilizado tanto na culinária quanto na medicina, sobretudo pelos árabes graças às suas propriedades anestésicas e anti-espasmódicas.

Como usar, plantar e armazenar a especiaria açafrão.

Receitas com açafrão.

Açafrão, Allgemein, Salsinha Tags: , , , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Paella – Receita de Antonio Banderas”

Deixe seu comentário