Receitas Juninas: Quindão de abóbora com coco

jun 19, 2012 Sem comentários by

Especiarias: coco, canela

Quindão de Abóbora com coco

Ingredientes
3 xícaras de abóbora cozida
1 xícara de açúcar
2 xícaras de coco ralado
2 latas de leite condensado
1/2 colher (chá) de canela
1 piatada de sal
1 xícara de leite
7 gemas peneiradas

Preparo
Amasse a abóbora com um garfo e coloque em uma peneira e deixe escorrer por 5 minutos. A seguir, coloque a polpa da abóbora em uma panela junto com o açúcar, o coco ralado, o leite condensado, a canela, o sal e o leite. Misture bem e cozinhe, sempre mexendo, até desgrudar da panela. Tire do fogo e acrescente as gemas e mexa vigorosamente para que elas não cozinhem. Leve de novo ao fogo por mais 2 minutos e retire. Passe para uma forma de pudim untada e leve para assar em banho-maria, em forno preaquecido médio por aproximadamente 1 hora. Leve à geladeira por 2 horas antes de desenformar.

Rendimento: 8 porções

Fonte: Almanaque Culinário

COCO

Fruta preferida de qualquer náufrago, desde Robinson Crusoé a Tom Hanks – eles sabem que além de gostoso, pode salvar nossas vidas varias vezes – ,o coco tem uma história longa e fascinante. Praticamente símbolo nacional e tão consumido nos dias quentes nas paradisíacas praias brasileiras é originário de terras distantes.

Algumas teorias dizem que veio da África; outras que veio da Polinésia. Sua origem é difícil de determinar devido ao fato de o coco conseguir flutuar pelo oceano durante meses e ainda germinar quando chega à terra firme.

Foi por muito tempo a única fonte de proteína e água para muitas ilhas do Pacífico. Além disso, coqueiros têm sido utilizados ao longo do tempo como fontes de alimento, fibra, combustível, água e abrigo e hoje ele está presente em todos os trópicos, sendo cultivado em aproximadamente 11,6 milhões de hectares em 86 países. Aproximadamente 95% da produção mundial são provenientes de pequenos agricultores.

O coqueiro não existia no Brasil quando Pedro Álvares Cabral desembarcou sua nau por aqui em 1500. As primeiras referências aparecem no “Tratado Descritivo do Brasil”, escrito por Gabriel Soares de Souza em 1587. Nele está escrito: ‘”as palmeiras que dão os cocos se dão bem na Bahia, melhor que na Índia, porque metendo um coco debaixo da terra, a palmeira que dele nasce dá coco em cinco e seis anos, e na Índia não dão, estas plantas, frutos em vinte anos”.

No sul da Índia a maioria das casas tem um coqueiro. Quebrar um coco no início de qualquer evento é considerado um símbolo para atrair sorte. Também se acredita que a fruta representa Shiva, deus hindu, e que as três marcas encontradas na casca simbolizam seus olhos.

Como usar, plantar e armazenar a especiaria coco.

Receitas com coco.

Canela, Coco, Pratos Típicos Brasileiros, Receitas com coco, Sobremesas Tags: , , , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Receitas Juninas: Quindão de abóbora com coco”

Deixe seu comentário