Especiaria: Azeite

out 24, 2012 Sem comentários by

AZEITE

O azeite, em poucos anos, tornou-se uma das especiarias muito apreciada e usada pelos brasileiros.

O motivo dessa paixão nacional vem na esteira do azeite ser um tempero que cativou a culinária popular – da entrada mais simples ao prato mais sofisticado –  e os seus reconhecidos dotes nas áreas medicinal e alimentícia.

Um pouco de história. O uso do azeite  é milenar. Ao lado da videira, a oliveira foi uma das primeiras árvores a ser cultivada há mais de 5.000 anos no Mediterrâneo Oriental e Ásia Menor. A palavra azeite provém do vocábulo árabe “Az-zait” que significa sumo de azeitona.

O azeite de oliva é um tipo de óleo produzido única e exclusivamente a partir de azeitonas, fruto de uma árvore chamada oliveira.

O Azeite de Oliva é classificado basicamente, em 3 tipos:

AZEITE EXTRA VIRGEM

Obtido através da extração por processo de prensagem mecânica das azeitonas. Com aroma e sabor impecável, apresenta menos de 1% de acidez.

AZEITE VIRGEM

Obtido através da extração por processo de prensagem mecânica das azeitonas. Sabor e aroma marcantes com acidez abaixo de 2%.

AZEITE PURO

Composto por azeite refinado e azeite virgem, apresentando menos de 1,5% de acidez.

Atenção:  como toda especiaria, deve ser usado com parcimônia.

O azeite de oliva tem propriedades e vitaminas que – segundo estudiosos e pesquisadores –  podem prevenir doenças e melhorar a pele. Entretanto, nada de exagerar no consumo: o azeite é calórico (cerca de 90 calorias por colher de sopa).

De acordo com o com Fábio Bicalho, nutricionista clínico e funcional (RJ), o ideal é consumir aproximadamente 30 g de azeite por dia.  “É indicado inserir no prato uma colher de sobremesa de azeite no almoço e outra colher no jantar”, aponta Bicalho.

Outras indicações provenientes de pesquisas,  devem ter acompanhamento e orientação de especialistas.

O azeite favorece a mineralização óssea, estimulando o crescimento e favorecendo a absorção do cálcio.

Tem uma composição em ácidos graxos essenciais que se aproxima do leite materno, proporcionando-nos o seu fornecimento adequado e atendendo às necessidades de um organismo em crescimento.

Graças ao seu ácido oléico (que se metaboliza facilmente) é uma excelente fonte de energia, inclusive para um coração doente. Contrariamente às gorduras animais saturadas,  reduz o “mau” colesterol (LDL) no sangue, mantendo o nível do “bom” colesterol (HDL).

O azeite, pelo seu alto teor em ácidos graxos monoinsaturados, é também aconselhado na diabetes, influenciando positivamente os valores de açúcar e gordura no sangue.

Ele  nutre, protege e conserva a juventude da pele, contribuindo para melhorar seu aspecto e sua textura.

Desde a antiguidade usa-se o azeite de oliva em ungüentos, banhos, massagens, máscaras de beleza ou shampoos.

Cientistas observaram que os povos das regiões do mediterrâneo tem vida mais saudável com baixo nível de infarto e câncer, por serem os maiores consumidores do azeite de oliva, e outras substâncias de uma dieta saudável, como peixe e verduras.

Como eu planto, como eu armazeno e como eu uso a Especiaria Azeite

Escondidinho de Bacalhau com a Especiaria Azeite de Oliva

Sequilho com as Especiarias Coco e Azeite de Oliva

Azeite, Especiarias Tags: , , , , ,
Nenhum Comentário para “Especiaria: Azeite”

Deixe seu comentário