Como eu uso, planto e armazeno: alecrim

jan 23, 2013 1 Comentário by

Como eu uso
Antes da receita posso contar uma história? Hoje acordei com vontade de conversar. Essa receita me leva à década de oitenta. A mãe do meu primeiro namorado fazia um bacalhau que eu nunca esqueci. Era incrível. Acho que nada tinha medida. Ela ia colocando os ingredientes que mais gostava na panela e como num passe de mágica, um jantar dos deuses aparecia na nossa frente. Inspirada nessa lembrança, dia desses criei meu próprio bacalhau – e é nele que uso alecrim. Faço assim: compro bacalhau em postas e deixo doze horas em água gelada para dessalgar. Numa assadeira, coloco batata em rodela e deixo assar por 20 minutos com um pouco de azeite de oliva e alecrim fresco. Depois, tiro a assadeira do forno e coloco por cima da batata as postas de bacalhau, azeitona, muito alho, cebola, tomate, algumas folha de louro, uns ramos de tomilho fresco e por cima de tudo, meio vidro de azeite. Devolvo o prato ao forno e deixo lá por 30 minutos. Se vai secando, vou colocando mais azeite. Quase na hora de servir, cozinho alguns ovos, corto em rodelas e ponho por cima. Para que o ovo não fique esturricado, deixo para colocá-lo quando já desliguei o forno. Há quem prefira misturá-lo aos outros ingredientes.

PS: Cada vez que falo em alecrim lembro da minha sogra. Não daquela da década de 1980. Lembro da dona Natália, uma portuguesa de Avanca, que cantava baixinho no ouvido das minhas filhas recém nascidas “Alecrim, alecrim doirado, Que nasce no monte sem ser semeado. Ai, meu amor, quem te disse a ti, que a flor do campo era o alecrim”. Dona Natália, que morreu há um ano, fazia bacalhaus mais sofisticados e nesses ainda não me aventurei. Nas receitas da família do meu marido, o alho é sempre usado com casca. Fica a dica. (postado por Fernanda Medeiros)

Alguns raminhos de alecrim jogados sobre o carvão durante o churrasco deixam a carne com um aroma delicioso. Experimente também colocá-lo numa jarra com água. Em alguns minutos você vai ter uma bebida de sabor todo especial.

Como eu planto
O alecrim gosta de muita luminosidade e é perene – seca no inverno e rebrota no verão. Pode ser plantado em vaso. Nesses casos, dê preferência aos vasos que têm pelo menos 15cm  de diâmetro e furos embaixo para que o excesso de água escorra. Para o cultivo caseiro é melhor plantá-lo em mudas do que por sementes. Prepare o vaso colocando no fundo argila expandida, brita, ou pequenos pedaços de telha para que os furos não entupam. Por cima, ponha terra – de preferência uma bem adubada e rica em nutrientes. Abra um buraco na terra e coloque a muda dentro dele. Deixe apenas a raiz e um pedaço do caule sob a terra. Regue bem.

Como eu armazeno
Depois de colhido, evite expor o alecrim diretamente ao sol. Mantenha-o num pratinho com água, em local arejado e com boa luminosidade. Reponha a água a cada dois dias.

Alecrim, Como eu uso Tags: , , , , ,

Um Comentário para “Como eu uso, planto e armazeno: alecrim”

  1. Alecrim | Armazém das Especiarias - Alecrim, De A a Z, Destaques says:

    […] Como usar, plantar e armazenar a especiaria alecrim. […]

Deixe seu comentário