Especiaria: Amêndoas

mai 08, 2013 Sem comentários by

ESPECIARIA: AMÊNDOAS

O natal ainda está longe, mas quem disse que só se come amêndoas em dezembro?
Essa delícia faz parte do seleto grupo das frutas oleaginosas, que, além de carregar muitos nutrientes, pode ser excelente parceira na hora de emagrecer e da prevenção de doenças cardíacas.
A amendoeira – mãe da amêndoa – curte climas temperados, predominante nos países mediterrâneos que lembram suas origens, como Portugal, Irã, Afeganistão e Austrália.
Os frutos por ela produzidos são revestidos por uma pele de coloração castanha e protegida por uma casca resistente.
Normalmente considerada como um fruto seco, a amêndoa é ingrediente indispensável na confecção de doces, bolos e tortas, especialmente na fabricação de bombons e chocolates. Ela também é usada como item na decoração gastronômica. Das sementes são retirados óleos e essências, portadores de faculdades medicinais, por esta razão a amêndoa é muito encontrada no ramo da estética.
Normalmente os chefs consideram este fruto – muito consumido no Natal – mais apetitoso que outras frutas natalinas, como as nozes, as avelãs e a macadâmia. Seu paladar é definido como algo mais ameno. Usa-se muito na culinária a farinha de amêndoas, principalmente nas tortas.
Se a amêndoa tem um calcanhar de Aquiles é o seu peso calórico: 100 gramas de amêndoas detêm 589 calorias, um pouco menos que as nozes. A amêndoa possui citamina, ácido fólico e argimina, um aminoácido prescrito para o relaxamento dos vasos e o equilíbrio da pressão arterial.
Lançar mão das gorduras do bem para emagrecer é um recurso cada vez mais defendido por especialistas no mundo todo. Além disso, os estudiosos são unânimes ao classificá-las como ótimas moderadoras de apetite. “Ao comer cinco ou seis nozes antes da refeição, você se sente saciado mais rápido e por mais tempo”.
Já amendoim, amêndoa e pistache são boas fontes de proteína e não devem faltar na alimentação de quem não come carne.
Algumas dicas de uso. Mesmo calóricas, as amêndoas devem figurar em sua dieta. Com parcimônia e orientação de um especialista, é claro!


No café da manhã

Misture amêndoas, nozes ou castanhas trituradas no iogurte ou cereal.

Nos lanches

Elas são excelentes para comer entre as refeições. Para não exagerar, separe em um potinho pequeno a quantidade permitida e coma durante o dia.

Nas refeições

Adicione as castanhas raladas ou em lascas em saladas e sopas. Além de nutrientes, os pratos ganham sabor e textura.

Como aperitivo

Pistache, amêndoa, amendoim e castanha de caju tostados vão bem com praticamente tudo. Cuidado para não exagerar na quantidade.

Usos de Óleo de amêndoa na pele

Estudiosos e fitoterautas recomendam que o óleo de amêndoas além de desinflamar e acalmar as irritações da pele, hidrata e amacia todos os tipos de pele. Pode ser aplicado em locais com problemas. Previne rugas e estrias. Pode ser misturado com outros óleos vegetais (óleo de rosa mosqueta) antes de aplicar diretamente na pele para melhorar a elasticidade e nutrição. É amplamente utilizada para massagem, tanto pelas suas propriedades anti-inflamatória e pelo seu efeito hidratante. O óleo de amêndoa é especialmente recomendado em casos de pele seca, desidratação ou descamação. Pode ser aplicado na pele úmida após o banho ou ducha.

Cabelos nutridos e brilhantes

O óleo de amêndoas dá brilho e maciez aos cabelos maltratados, queimados quebradiços. Uma vez que o cabelo é massageado com Óleo de amêndoas, cobrir por uma hora e meia é mais que eficiente. Lave com xampu normal após a aplicação.

Onde comprar

Confeitarias, empórios, importadoras, sites, padarias especializadas, lojas que abastecem festas, supermercados, drogarias de manipulação, lojas de produtos naturais.

Como usar, armazenar e comprar amêndoas

Receitas com amêndoas

Avelã, castanha de caju, castanha do pará, nozes, pinhão

Amêndoa, Amêndoas, De A a Z, Especiarias Tags: , , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Especiaria: Amêndoas”

Deixe seu comentário