Datas Comemorativas: 1 de dezembro: Dia Mundial de Combate à AIDS

dez 01, 2013 Sem comentários by

Em 1 de dezembro, todos os países do mundo se unem no combate a uma doença moderna e mortal: a AIDS. Foi uma proposta da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas – ONU.

Um pouco de história. Os primeiros casos de AIDS foram identificados no início dos anos 80. E o seu diagnóstico e tratamento, conforme o site do Dr. Drauzio Varela –  “era uma doença de difícil tratamento. Embora suas primeiras manifestações pudessem ser consideradas infecções banais como dores de garganta, sinusite ou pequenos episódios de pneumonia, à medida que a enfermidade progredia, elas se tornavam mais agressivas e frequentes.”

A sobrevida dos infectados  pelo vírus era muito pequena. Um dos casos mais emblemáticos é o do cantor e compositor Cazuza. Filho de família abastada, ele não encontrou amparo médico/farmacológico e o avanço da doença foi rápido e fatal.

Segundo o site do Programa Nacional de DST e AIDS do Ministério da Saúde, “nestes primeiros anos o preconceito e a discriminação contra as pessoas vivendo com HIV/AIDS eram as maiores barreiras no combate à epidemia, ao adequado apoio, à assistência e ao tratamento da AIDSe ao seu diagnóstico. Os estigmas eram desencadeados por motivos que incluem a falta de conhecimento, mitos e medos.”

Ainda segundo o site do Programa Nacional de DST e AIDS do Ministério da Saúde  “ o vírus HIV pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal, leite materno; – relações sexuais homo ou heterossexuais, com penetração vaginal, oral ou anal, sem proteção da camisinha, transmitem a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) e alguns tipos de hepatite;  – compartilhamento de seringas entre usuários de drogas injetáveis; transfusão de sangue contaminado; – instrumentos que cortam ou furam, não esterilizados; – da mãe infectada para o filho, durante a gravidez, o parto e a amamentação.

Tudo mudou em meados da década de 90, conforme informa o site do Dr. Drazauzio Varela: “Ao redor de 1995-1996, a imagem da AIDS modificou-se completamente com a chegada de remédios mais eficazes (conhecidos como coquetel – o grifo é meu) para seu tratamento. Atualmente, não se veem mais pacientes com essas características morrendo de AIDS. Pode-se dizer até que, graças à medicação existente, ela se transformou numa doença de certa forma crônica e controlável, o que lhes permite levar vida normal.”

Prezado leitor do Armazém das Especiarias.Fique sabendo: a AIDS não é transmitida pelo beijo, abraço, toque, compartilhando talheres, utilizando o mesmo banheiro, pela tosse ou espirro, praticando esportes, na piscina, praia e, antes de tudo, não se pega AIDS dando a mão ao próximo, seja ele ou não soropositivo.

Algumas informações importantíssimas: a AIDS ainda não tem cura. E somente uma forma segura – repito – e somente uma fonte segura de prevenção: usando a camisinha.

Ser moderno e estar antenado em 2013 cuidando de sua saúde  é,  para o homem e a mulher,  sair de casa sempre levando uma ou mais camisinhas. Se o parceiro ou parceira vier com qualquer desculpa, deixe o tesão falar mais baixo, tome um banho frio, pule fora e procure um outro que te ame e respeite de verdade. Quem ama, não mata!

Nós da equipe do Armazém das Especiarias, que pesquisamos o tempo todo informações gastronômicas visando uma vida mais saudável e prazerosa para os nossos leitores, formamos uma corrente positiva universal na esperança de que, logo, a indústria farmacêutica ou algum pesquisador descubra a cura da AIDS.

Enquanto isto não acontece, não importa de você é homo ou hetero, camisinha sempre!

Datas Comemorativas
Nenhum Comentário para “Datas Comemorativas: 1 de dezembro: Dia Mundial de Combate à AIDS”

Deixe seu comentário