Médicos que cozinham: Purê de Feijão Branco

nov 21, 2014 Sem comentários by

Olá queridos leitores do Armazém das Especiarias. Nas últimas semanas tenho pensado bastante nos peixes do Norte, aqueles de água doce (rios) como o Filhote que postei no último post; porém, nenhum tipo de peixe, por mais saboroso que seja, é suficiente a ponto de degustá-lo sem nenhum acompanhamento ou guarnição; desse modo, aproveitando que peixe é uma proteína magra e mais saudável que as outras, resolvi deixar uma guarnição bem comum para pescados, o purê; porém, mantendo a leveza do tema, este não será de batatas e sim de feijão branco!! Exótico e saborosíssimo!! É ver para crer….

 

Origem

 

Inicialmente, vamos falar um pouco do feijão branco; Os feijões estão entre os alimentos mais antigos, remontando aos primeiros registros da história da humanidade. Eram cultivados no Antigo Egito e na Grécia, sendo, também, cultuados como símbolo da vida. Os antigos romanos usavam extensivamente feijões nas suas festas gastronômicas, utilizando-os até mesmo como pagamento de apostas. Na Grécia Antiga e no Império Romano, os feijões pretos e brancos eram utilizados para votar (um feijão branco significava “sim”, e um preto significava “não”). Este segmento de feijão se tornou muito popular com o surgimento, na França medieval de um preparado muito semelhante a nossa feijoada (idêntica!!), o mundialmente  conhecido Cassoulet.

 

Nutrição e vantagens

 

O feijão branco pode ser de tamanho grande ou pequeno de coloração branco-creme ou pálido. São feijões de sabor suave, densos e macios. Tal como outros feijões comuns, o feijão branco é uma das 13 mil espécies da família das leguminosas ou plantas que produzem vagens comestíveis. Misturado com cereais integrais, como o arroz, o feijão branco, no que respeita à nutrição, proporciona proteínas de alta qualidade, virtualmente sem gordura.

O feijão branco apresenta praticamente os mesmos nutrientes dos outros tipos de feijão, como boas fontes de proteína, carboidrato, fibras, ferro, magnésio, zinco e potássio. Os benefícios são muitos no consumo do feijão branco, além de ajudar a emagrecer, por ter uma proteína de reserva, é rico em vitamina B1, ferro e cálcio. Mas não é só o feijão branco que tem essa proteína de reserva, os feijões todos têm, mas o feijão branco é o mais utilizado para reduzir o peso.

Além desses nutriente, ele tem uma proteína chamada faseolamina que é inibidora do processo de digestão dos carboidratos retardando e/ou inibindo a absorção de açúcares no sangue;  diminui também os níveis de triglicérides do sangue e a ajuda a prevenir o diabetes. Mas todos esses benefícios só acontecem se forem ingeridos na forma de farinha do grão cru, cujo consumo não é praticado na nossa população que faz este consumo sempre na versão cozida. Além disso, o feijão branco também é muito bom para quem tem doenças de pele, colesterol alto, prisão de ventre, afecções do cólon, hipertensão arterial e anemia. Mas atenção…100 g de feijão branco possuem 350-360 calorias; cuidado para quem está com dieta para perda de peso!!

Como tudo no mundo dos alimentos, nada deve ser consumido à vontade; no caso da faseolamina, esta deve ser consumida moderadamente, pois o seu excesso pode causar náuseas e diarreias. Além disso, outros compostos na versão crua podem impedir que seu corpo absorva outros nutrientes importantes na refeição.

 

 

 

 

Feijão branco contém (a cada 100g):

Minerais

– 80.00 mg de cálcio 
– 1.60 mg de ferro 
– 0.00 mg de magnésio 
– 33.00 mg de fósforo 
– 260.00 mg de potássio 
– 320.00 mg de sódio 

Vitaminas

– 2.04 mg de vitamina A (retinol ou caroteno) 

– 0.02 mg de vitamina B1 (tiamina, Aneurin) 

– 0.10 mg de vitamina B2, ou riboflavina 

– 0.06 mg de vitamina B6 ou piridoxina 

– 14.00 mg de vitamina C ou ácido ascórbico 

– 0.00 mg de vitamina E ou tocoferol 

 

Falando especificamente da farinha de feijão branco…

Por ser rica em fibras, a farinha, quando consumida antes das principais refeições, ajuda a aumentar a saciedade. Ela forma um gel no bolo alimentar, tornando mais lenta a absorção da glicose e do colesterol, mantendo o estômago cheio por um período mais longo.

Com a faseolamina reduzindo a conversão do amido em glicose e as fibras tornando a absorção do açúcar mais lenta, evitam-se picos glicêmicos no sangue, diminuindo a produção de insulina. A insulina é o hormônio responsável por colocar a glicose nas células, e também está relacionado ao armazenamento de gorduras nos tecidos adiposos.

A farinha ainda reforça o sistema imunológico, reduz o colesterol, melhora o funcionamento do intestino e controla a glicemia prevenindo o diabetes do tipo 2.

 

Como fazer a farinha?

Lave o feijão branco com água e seque ao sol por dois ou três dias. Coloque no liquidificador ou processador, e bata até que forme uma farinha. Passe-a em uma peneira e, em seguida, coloque-a novamente no liquidificador ou processador e bata novamente. Peneire novamente e armazene em embalagem seca.

Como consumir?

O consumo diário recomendado é de 5g, cerca de uma colher de café, diluída em água trinta minutos antes do almoço e do jantar. Ela também pode ser usada no preparo de alimentos, mas não deve exceder a quantia de 30g ao dia. Pode se usada para comer com frutas, saladas, sucos, iogurtes ou em receitas como bolos, tortas e panquecas.

Eu particularmente sou fã de feijão branco; acho muito saboroso e cremoso, tanto para um simples caldo quanto para enriquecer uma bela salada; como guarnição para um peixe grelhado (como o que postei no último blog), deixo uma receita que testei com meus amigos e foi aprovada…. Um purê de feijão branco!! Deliciem-se!! Grande abraço à todos…

 

 

Purê de Feijão Branco

Ingredientes:

  • 300g de feijão branco.
  • 100ml (ou à gosto) de creme de leite fresco.
  • Noz moscada à gosto.
  • Sal à gosto.

 

Preparo:

  • Deixe o feijão branco hidratando na água por cerca de 6 horas.
  • Em seguida, cozinhe em fogo médio até adquirir uma consistência bem macia, quase desfazendo ao toque; se necessitar vá repondo água quente na medida em que for secando.
  • Após o cozimento, ponha no liquidificador e bata com um pouco da água do cozimento até obter uma massa cremosa; coloque o creme de leite fresco; acerte o sal e nós moscada.
  • Sirva na hora.

 

Obs.:  Em caso de querer uma mistura mais leve (para peixes é uma boa…), coloque um pouco mais de água quente, passe a mistura em um coador e ponha num sifão; ficará uma delícia e muito leve e aerado, além de lindo. Aproveitem…

Destaques, Dicas de Chef, Especiarias, Médicos que Cozinham, Receitas Tags: , , , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Médicos que cozinham: Purê de Feijão Branco”

Deixe seu comentário