Médicos que Cozinham: Wiener Schnitzel

fev 13, 2015 Sem comentários by

Queridos amigos leitores do Armazém das Especiarias, hoje chega ao fim nossa jornada pelo Leste europeu e pelas suas iguarias; para terminar, poderíamos falar de chucrute, apfelstrudel, costela de porco, porém, nada apresentou-se tão tradicional nesta viagem quanto o famoso e desejado Wiener Schnitzel!!! É simplesmente a marca desta jornada, a qual encontrávamos em absolutamente todos os cardápios de todos os países visitados, porém como o nome já diz…. é uma iguaria austríaca, da capital Viena!!! Auf widersehen!!!!

Ao chegarmos em Viena, estava um frio de cortar a alma, porém estávamos morrendo de fome; já era tarde da noite, porém criamos coragem e saímos a procura de algum rango; foi aí que, no caminho em direção ao famoso parlamento austríaco encontramos o Café Landtmann, um local já previsto em nossa prgramação porém achado neste momento de surpresa; esta local ficou muito famoso devido um dos mais ilustres vieneses da história, Dr. Sigmund Freud, sempre tomar religiosamente seu café neste estabelecimento. Surreal!! Não pensamos 2 vezes, paramos alí, um lugar muito aconchegante e de cara já pedimos o Wiener Schnitzel. O que falar?? Um espetáculo!! Saborosíssimo e chocante pelo tamanho do prato. Recomendo o local e esta iguaria. Mas o que seria este patrimonio historico?? Então vamos lá.

O que é??

Wiener schnitzel (significando em Alemão escalope à moda de Viena) é um dos pratos mais famosos da cozinha austríaca. Em português, este tipo de preparado é frequentemente designado como bife panado, ou simplesmente “panado” ou ainda “panadinho”. Na América Latina, popularizou-se como bife à milanesa. [1]

História

Pensa-se que a origem deste prato se encontra em Bizâncio, tendo a receita sido
levado para a península ibérica por comerciantes árabes durante a idade média e, posteriormente, para a Itália. No século XV, os habitantes de Veneza mostravam
a sua riqueza colocando grão  de ouro sobre a comida. Mas, uma lei da cidade proibindo este costume originou que passassem a colocar pão ralado vez de ouro. De acordo com outra teoria, a receita foi introduzida pelo marechal de campo Joseph Radetzky von Radetz, no ano de 1857. Nessa altura, derrotou os rebeldes de Milão e tomou como prêmio a receita da Costoletta alla milanese, levando-a para a Áustria, onde se tornaria a identidade gastronômica deste país.O termo”Wiener schnitzel” data do ano de 1862.

O Preparo

O Schnitzel de Viena é tradicionalmente preparado com um corte borboleta, de  cerca de 4 mm de espessura, de carne de vitela, que se amolece previamente com golpes. Após esta operação, a carne é envolvida em farinha de trigo, ovo e pão ralado, antes de ser frito por imersão em manteiga ou banha de porco. As migalhas de pão são, por vezes, temperadas com pimenta preta recém moída. Actualmente, é mais frequente ser confeccionado com escalopes de porco, porém, a designação Wiener Schnitzel só pode ser dada, por lei, se feita com carne de vitela.

De acordo com a tradição, é servido com salada de batatas e rodelas de limão. As batatas assadas, batatas fritas, o arroz e o molho de frutos silvestres são opcionais e considerados como má prática culinária, segundo os puristas.

As variantes feitas com carne de porco e, mais recentemente, com peru tornaram-se muito populares. Como consequência, as autoridades alimentares austríacas exigem que seja indicada a carne, com as desginações “Schnitzel vom Schwein” (de porco) ou “Schnitzel von der Pute” (de peru), nos menus, caso não seja utilizada vitela. Outra alternativa é “Schweinsschnitzel Wiener Art” (escalope de porco à moda de Viena).

 

Nutrição

Como vocês já notaram, o Wiener Schnitzel não é algo muito saudável, não sendo recomendado para uma aliemntação diária já que é preparado com fritura por imersão, o que transforma o alimento deixando-o muito mais calórico e rico em gordura; desta maneira não é indicado para pacientes que estão com dieta para perda de peso, coronariopatas, hipertensos, diabéticos e/ou dislipidêmicos. Então, meus amigos, muita calma nesta hora.

Infelizmente, já com muitas saudades desta que foi uma inesquecível viagem, finalizamos nossa pequena jornada  pela gastronomia da Europa do Leste. Deixo aqui para vocês a receita desta delícia. Façam e aproveitem, pois é o típico sabor desta terra maravilhosa. Att.

 

 

 

 

Wiener Schnitzel

 

Ingredientes:

  • 50g de farinha de trigo 100g de azeitonas 100g de manteiga
  • 4 escalopes bem finos
  • 2 ovos
  • 1 Limão

 

Modo de Preparo:

  • Asse os escalopes pela farinha de trigo e depois em um ovo batido com sal pimenta-do-reino e uma colher (café) de água.
  • Em seguida passe-os pela farinha de rôsca deixando repousar 2 horas
  • Frite-as na manteiga até que se tornem bem dourados (10 minutos).
  • Sirva-os com fatias de limão azeitonas e um ovo duro em rodelas
Destaques, Especiarias, Médicos que Cozinham, Receitas Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Médicos que Cozinham: Wiener Schnitzel”

Deixe seu comentário