Especiaria: Baunilha

ago 31, 2015 Sem comentários by

baunilha

Ela tem passaporte mexicano, onde é conhecida por Vanilla, família de orquídeas da qual descende. Hoje em dia, existem três cultivares principais da baunilha em produção global, todos obtidos de uma espécie encontrada na Mesomérica. As várias subespécies são Vanilla planifolia, cultivada em Madagáscar, Reunião e outras áreas tropicais do Oceano Índico; V. tahitensis, cultivada no Pacífico Sul; e V. pompona, encontrada nas Índias Ocidentais, América Central e do Sul. A maior parte da baunilha produzida no mundo é da variedade V. planifolia, conhecida como baunilha “Madagáscar-Bourbon”, produzida numa pequena região de Madagáscar e na Indonésia. No Brasil, você a encontra na Bahia, o qual é o estado de maior produção.

Claro que você a reconhece e soma ao nome a percepção de um sabor adocicado e ao paladar a certeza de que o alimente é gostoso. Mundialmente, a baunilha é conhecida como aromatizante de sorvetes, chocolates, bebidas e produtos de confeitaria, além de ser utilizada em perfumaria e, em pequena escala, como medicinal. A baunilha reforça uma variedade de pratos doces como pudins, bolos, cremes, suflês e, principalmente, sorvetes. O sabor da baunilha se destaca em muitos chocolates e produtos de confeitaria, tais como licor de chocolate. Pode ser ingrediente de caldo de carne, vitela, peixes e frutos do mar. Por ser de uma nobre família de orquídeas, cumpre também a função de ser usada como planta ornamental: de flores verde amareladas, e cujo fruto é uma vagem alongada. 


A história da baunilha está associada à do chocolate. Os Astecas e os Maias decoravam com baunilha uma bebida espessa à base de cacau – visto pelo Armazém das Especiarias nesse post. Os astecas designavam tal bebida, destinada aos nobres e aos guerreiros, xocoatl.

Homeopática:


Os espanhóis levaram a baunilha para a Europa, dos Astecas, que já a utilizavam como afrodisíaco. Famosa na culinária mundial, não se sabe se por ser digestiva, calmante ou apenas pelo seu maravilhoso sabor e aroma, ela faz parte da farmacopeia homeopática.
Estudiosos, fitoterapeutas também lhe conferem funções como afrodisíaca, antiespasmódica, anti-séptica, aromatizante, digestiva.

Cosmetologia:

A baunilha é uma das especiarias mais caras do mundo, devido à quantidade de trabalho necessário para a sua produção. Mas, apesar do custo é utilizada na indústria de perfumaria, aromaterapia e cosmetologia.

Prevenção regeneradora:


Várias pesquisas apontam que ela pode prevenir doenças, antimutagênico e tem possibilidade de funcionar como antioxidante, conservante e antimicrobiano.

Contra o envelhecimento: 


Uma vez integrado no creme, o extrato de baunilha pode  agir seletivamente sobre vários fatores vitais da pele, trabalhando ao mesmo tempo a nível das rugas, da firmeza e da densidade, da hidratação, da textura, da uniformidade e da luminosidade. Ninguém melhor do que uma esteticista de sua confiança para lhe orientar nestes casos.

Uso medicinal:


A baunilha tem sido usada para tratar algumas doenças, como lesões estomacais e problemas de insônia. O seu óleo essencial contém propriedades para tratar a ansiedade e a depressão. 
Em todos os casos, e vamos insistir na questão,  um conselho é sempre fundamental: consulte um médico de sua total confiança. Ele conhece o seu “quadro” e sabe exatamente o que deve ou o que não deve receitar. Respeite as doses ministradas. Qualquer excesso deixa de ser benéfico para ser prejudicial.

Allgemein, Baunilha, Destaques Tags: , , , ,
Nenhum Comentário para “Especiaria: Baunilha”

Deixe seu comentário