Médicos que Cozinham: Abacate

nov 27, 2015 Sem comentários by

Olá queridos amigos e leitores do Armazém das Especiarias!

Hoje vamos conversar um pouco sobre uma iguaria vegetal super saudável, que faz parte da culinária dos povos americanos e tropicais, e que hoje está muito na moda devido esta avalanche que arrebata o mundo atual, que é a gastronomia functional. Então, aqui está o abacate!

shutterstock_139987744


Origem:

O abacate é o pseudofruto comestível do abacateiro (Persea americana), uma árvore da família da laureáceas nativa do México ou da América do Sul, hoje extensamente cultivada em regiões tropicais, inclusive nas Ilhas Canárias, na Ilha da Madeira e na Sicília.

Etimologia:

“Abacate” originou-se do náuatle awakatl.

Cultivo e variedades:

O abacateiro cresce mais facilmente em solos leves, profundos, drenados e ligeiramente ácidos. As melhores condições climáticas são encontradas em regiões com chuvas em torno de 1200 milímetros anuais. São conhecidas mais de 500 variedades, de três origens diferentes: a guatemalteca, a antilhana e a mexicana. A parte comestível é a polpa verde-amarelada, de consistência mole, que envolve a grande semente.

Assim sendo correspondem às três variedades botânicas:

  • raça mexicana: Persea americana Miller var. drymifolia;
  • raça antilhana: Persea americana Miller var. americana;
  • raça guatemalense: Persea nubigena Williams var. guatemalensis.

Composição:

O abacate dentre as frutas é a que mais possui gordura, sendo em sua maior parte do tipo monoinsaturada, considerada benéfica para a saúde. Tem mais de 30% de gorduras (extraída comercialmente da semente, como do mesocarpo do fruto e de aplicação cosmética), é rico em açúcares e vitaminas e possui um dos mais elevados teores de proteínas e vitamina A entre as frutas. Possui, ainda, quantidades úteis de ferro, magnésio e vitaminas C, E e B6, além da vitamina A. É consumido isoladamente ou em saladas temperadas com molhos, como no guacamole (o qual sou alucinado!!!), prato da culinária mexicana, ou como sobremesa, batido com leite e açúcar ou com açúcar e limão, em Moçambique e no Brasil.

 Colheita:

É feita de janeiro a dezembro, com ênfase em abril e maio. É realizada normalmente utilizando escadas e tesouras apropriadas, ou “apanhadores de saco” que são utilizados para colher os frutos nas partes mais altas da árvore. Os frutos não devem ser colhidos sem pedúnculo, os quais devem ser aparados, deixando-se 6 a 10mm de seu comprimento para facilitar o acondicionamento na embalagem.

História:

O abacate era amplamente cultivado antes da conquista espanhola, mas só mereceu a atenção dos horticultores no século XIX. O nome náuatle do fruto é ahuacatl (o qual significa “testículo“, em referência a sua forma), que originou, em espanhol, a palavra aguacate. O abacate é um fruto arredondado ou piriforme, de peso médio de 500 a 1 500g. Sua casca varia, em colorido, do verde ao vermelho-escuro, passando pelo pardo, violáceo ou negro. As suas duas principais variedades são a Strong (cor verde) e a Hass (cor roxa). A árvore, o abacateiro, atinge até 30m e cresce melhor em climas quentes.

Beneficios para a saúde  (com relação as gorduras):

Em uma pesquisa administraram uma dieta teste com 300g de abacate para dois grupos, um saudável e o outro com níveis de colesterol aumentados. Após 7 dias de consumo da dieta teste, os pacientes hipercolesterolêmicos, tiveram decréscimo significativo do colesterol total sérico (17%), LDL (22%) e elevação da HDL (11%). Nos indivíduos saudáveis o principal resultado foi o decréscimo de 16% no colesterol total.

A vitamina E, principal vitamina presente no abacate tem alta capacidade antioxidante. O efeito antioxidante da vitamina E protege a membrana das células contra a ação de radicais livres e protege o LDL da oxidação, impedindo assim, que ele se deposite nos vasos. Alguns estudos mostram que o abacate contém cerca de 9% de ômega 6 um ácido graxo essencial, que o nosso corpo necessita, mas não produz. As gorduras poli-insaturadas auxiliam no crescimento de cabelos, pele, na saúde dos ossos, regulam o metabolismo e são importantes para o sistema reprodutivo. Porém uma dieta saudável deve conter um balanço entre ômega 6 e ômega 3, na proporção de aproximadamente 2 a 4:1.

Contra o Envelhecimento:

A vitamina C presente no abacate também tem função antioxidante associada à neutralização de radicais livres e prevenção de alguns tipos de câncer e envelhecimento precoce

Sistema digestive:

Em relação ao funcionamento intestinal, 100 g de abacate fresco tem 3,13 g de fibra alimentar, representando 12% das necessidades diárias. Dentre o conteúdo de fibras temos 2,58 gramas de fibras insolúveis responsáveis por auxiliar no aumento da velocidade de trânsito intestinal.

Engorda?

Por ser rico em gordura, o consumo de abacate deve ser moderado, sendo que a porção recomendada é aproximadamente meia unidade ao dia. Porém, mesmo sendo rico em gordura, seu consumo pode estar presente em uma dieta para perda de peso, uma vez que a gordura presente no abacate, o ácido oléico estaria relacionada com o aumento de saciedade do indivíduo. Um mecanismo proposto seria de que a ingestão de gordura estimularia a produção de oleoiletanolamida (OEA) pelas células do intestino, que quando liberadas estimulariam o nervo vago a diminuir a ingestão de alimentos. Por essa e outras que deixo aqui uma receita deliciosa e hiper refrescante do típico guacamole mexicano, o qual tem como matéria-prima esta iguaria extremamente saudável e deliciosa. Degustem sem medo, e como sempre, com parcimônia. Abraço à todos.

 

Receita com Abacate Guacamole

shutterstock_288710807

 

Ingredientes:

  • 1 abacate grande maduro e amassado;
  • Suco de 1limão e ½;
  • Azeite;
  • Sal à gusto;
  • Pimenta preta moida à gusto;
  • 2 tomates médios (maduros sem sementes pode ser com a pele);
  • 1 cebola média (picada em pedaços pequenos);
  • 1 maço de coentro picado.

 

Modo de Preparo:

Agregue tudo de maneira que fiquem misturados porém pouco homogêneo, de modo que sintamos a textura de cada elemento. Sirva como quiser, torradas, tortilhas, batata tipo chips, ou como acompanhamentos em saladas.

Allgemein, Blogs, Boas Práticas, Destaques, Médicos que Cozinham Tags: , , ,
Nenhum Comentário para “Médicos que Cozinham: Abacate”

Deixe seu comentário