Médicos que Cozinham: Feijão Manteiguinha

jan 22, 2016 Sem comentários by

Olá, queridos amigos leitores do Armazém das Especiarias. Inicialmente gostaria de desejar aqui um excelente 2016, cheio de boas vibrações, saúde e paz, além de muita comida gostosa e saudável. Não poderia iniciar mais um ano falando de outra coisa que não fosse algo de influência de minha terra, o meu querido Pará, o qual acabara de completar 400 anos de “vida”; por isso resolvi aqui apresentá-los o nosso famoso feijão Manteiguinha. Preparem-se, pois é uma iguaria das mais deliciosas.

O Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) classifica apenas duas espécies como feijão: o comum e o caupi. O primeiro inclui aqueles que formam caldo, e com produção mais concentrada no Sul do país. Já o caupi – incluído aí o manteiguinha (Phaseolus vulgaris) – são os que não formam caldo e cujo plantio é mais comum no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. São primos do paraense fradinho, o andú, o branco e mulatinho.

De cor creme, lisos e muito miúdos, são grãos de características graciosas e delicadas. Como se sabe, o feijão caupi é muito predominante no nordeste e em algumas áreas do centro-oeste brasileiro, porém, o subtipo manteiga (manteiguinha) é cultivado em grande intensidade no Pará, mais especificamente na cidade de Santarém. Muito usado para fazer o baião, quase deixou de ser cultivado devido o alto custo de produção.

Órgãos públicos, como a Embrapa, a Emater e a prefeitura de Santarém, se uniram pela tradição de cultivar o feijão manteiguinha. Em uma área de um hectare, em Santarém, no oeste do Pará, foram plantados 60 quilos de sementes de feijão. O terreno pertencia a Delmo dos Santos, que cedeu as terras para o projeto que buscava revitalizar a produção da leguminosa. A colheita de quase duas toneladas foi, então, distribuída entre os agricultores com o objetivo de incentivar a produção e multiplicar a espécie da semente quase extinta na região.

No mercado, o feijão manteiguinha tem maior valor comercial. O quilo chega a custar quatro vezes mais que as variedades comuns. De tão pequeno que é seu grão, a produção fica mais voltada para o consumo regional. A sua miudeza faz com que ele não seja tão interessante para o grande mercado, e assim sua produção fica mais concentrada apenas nas mãos de pequenos produtores que vendem para o mercado local, ficando restrito ao prato dos paraenses…uma pena, pois é uma delícia!

Valor nutricional:

Informações Nutricionais – Feijão Manteiguinha 500g
Porção de 60g (1 xícara de chá)
 Quantidade por porção    %VD*
 Valor Energético 161kcal/676kj 8%
 Carboidratos  27g  9%
 Proteínas 12g          16%
 Gorduras Totais 0,6g          1%
 Gorduras Saturadas 0g  0%
 Gordura Trans 0g          **
 Fibra Alimentar 11g          44%
 Sódio 0mg          0%
Contém Glúten
% Valores diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kj. Seus valores podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

**VD não estabelecido.

Tendo em vista todas essas excelentes qualidades nutricionais e de sabor desta iguaria do norte do Brasil, deixo aqui uma receita simples e espetacularmente deliciosa, que combina perfeitamente com uma carne de peixe na brasa, de preferência, de rio… Aproveitem!! Até mais, galera Pai d’égua!


Salada de Feijão Manteiguinha

(Adaptado do livro: Cozinha de Origem – Thiago Castanho)

shutterstock_226518166

 

Ingredientes:

  • 300 gramas de feijão manteiguinha;
  • 1 dente de alho;
  • 2 folhas de louro;
  • 1 pimentão verde (ou vermelho ou amarelo);
  • 2 tomates pequenos cortados em brunoise;
  • 1 cebola roxa;
  • Coentro fresco;
  • Azeite extra-virgem;
  • Suco de ½ limão;
  • Raspas de meio limão;
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

 Modo de Preparar:

  1. Deixe o feijão de molho por 6 horas.
  2. Cozinhe o feijão em água com o dente de alho e as folhas de louro.
  3. Pique o pimentão, o tomate, a cebola e o coentro.
  4. Numa tigela misture todos os ingredientes e tempere com o suco de limão, sal, as raspas, pimenta do reino e azeite.

Dica: Essa receita pode ser acompanhada de um bom peixe de rio assado na brasa.

Allgemein, Blogs, Boas Práticas, Destaques, Médicos que Cozinham Tags: , , ,
Nenhum Comentário para “Médicos que Cozinham: Feijão Manteiguinha”

Deixe seu comentário