Especiaria: Funcho

jun 18, 2018 Sem comentários by

O funcho é nativo da bacia do Mediterrâneo, com variedades na Macaronésia e no Médio Oriente, mas é hoje cultivado em todas as regiões temperadas e subtropicais.

Da família das Umbelíferas. Erva vivaz ou bienal que chega a atingir até 2 metros de altura, com caule estriado, de onde saem os ramos. As folhas se desenvolvem na base da planta e apresentam bainhas muito entumecidas e largas, que se desenvolvem formando uma espécie de bulbo que é comestível. E é o objeto principal deste post.

É frequentemente utilizado em pequenas quantidades na cozinha mediterrânica como planta aromatizante, particularmente os das variedades menos ricas em óleos essenciais, serem consumidos em fresco como parte de saladas.

E também é a especiaria fundamental de uma bebida que há muito o mundo conhece: a aquavita.

Pode também ser incorporado em sopas, em particular sopas destinadas a serem consumidas frias. Um dos pratos típicos dos Açores é uma sopa de feijão e inhame com folhas e caules tenros de funcho.

De sabor agradável, o funcho é um remédio popular para problemas do tubo digestivo alto. Alivia cólicas e inchaço abdominal, elimina gases retidos e melhora o apetite. A tisana (bebida reconfortante) diluída pode ser dada a crianças pequenas para aliviar cólicas e dores da dentição.

Como sempre recomendamos o seu uso no sentido medicinal com sob a orientação de um médico especialista de sua confiança, não importando a filosofia que o especialista professa.

Destaques, Especiarias Tags: , ,
Nenhum Comentário para “Especiaria: Funcho”

Deixe seu comentário