Receita de Chef: Caldinho de Mocotó (Rodrigo Oliveira)

ago 01, 2018 2 Comentários by

Sobre o chef Rodrigo Oliveira:

Rodrigo Oliveira, formado em Gastronomia, está há 15 anos no comando do Mocotó, aclamado restaurante de cozinha brasileira da capital. Paulistano de 36 anos, o premiado chefe é o responsável pelo novo momento do que um dia foi uma Casa do Norte.

O estabelecimento foi aberto em 1973 por seu pai, o pernambucano José de Almeida, que ainda dá expediente diáriamente. De lá pra cá o menu foi se aprimorando, a casa cresceu e hoje mostra o melhor da culinária do sertão pra gente de todos os cantos.

Com receitas simples e inventivas, ele vem atraindo a atenção da imprensa do país e do mundo, figurando em veículos como Food and Wine, The Restaurant, Le Figaro, Financial Times, WallStreet Journal, El País entre outros. Bem como conquistando prêmios e estrelas de veículos como Quatro Rodas, Veja, Prazeres da Mesa, Gula, Época, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo e a lista continua crescendo. O apresentador Anthony Bourdain sentenciou em seu programa: “This is the hottest restaurant in town!”

Também chama a atenção no Mocotó a carta de cachaças, com rótulos de todas as regiões do país e de todos os estilos. O bar, dedicado a coquetéis com a bebida, se tornou uma referência para os apreciadores.

Rodrigo, palestrante nos principais eventos gastronomicos nacionais e internacionais, dentre eles Paladar Cozinha do Brasil, Mesa Tendências, Identità Golose, Gastronomika e CIA Latin Food American Kitchen, se tornou um dos ícones da nova cozinha brasileira.

A casa, sempre cheia, acolhe gente de todos os tipos, tribos, classes e idades para provar das suas iguarias sertanejas. Fazem parte dessa freguesia chefs renomados, jornalistas gastronômicos e personalidades diversas, além do público fiél da Vila Medeiros, bairro periférico onde o restaurante foi fundado e permanece até hoje.

Fiel às suas origens, bem ao lado do restaurante original na Vila Medeiros, Rodrigo abre o Esquina Mocotó, seu novo restaurante de cozinha brasileira variada. Com um cardápio ainda mais autoral e recebendo influências e produtos de todo o país, o restaurante já arrebatou o público e a crítica, recebendo prêmios desde sua abertura.

Caldinho de Mocotó

Ingredientes:

  • 1 pé de boi (mocotó)
  • 1 limão
  • 2 folhas de louro
  • 2 folhas de limão cravo
  • 1 cebola
  • 3 tomates
  • 1 pimentão verdes
  • 5 dentes de alho
  • 200 g de farinha de trigo
  • 40 ml de vinagre de maçã
  • 1 colher (chá) de colorau
  • 1 colher (chá) de semente de coentro
  • 1 colher (café) de pimenta-do-reino
  • 1 colher (sopa) rasa de cominho
  • 1 litro de caldo de galinha caseiro
  • Sal e pimenta a gosto
  • Cebolinha verde
  • Coentro em folhas

 Preparo:

Lave bem o pé de boi, esfregando-lhe um limão. Leve à panela de pressão com bastante água e três folhas de louro. Cozinhe até que a carne esteja macia, saindo dos ossos. Descarte a camada de gordura que se forma na superfície.
Tire os ossos, corte os pedaços maiores de carne e junte ao caldo. Bata no liquidificador com ½ litro de caldo de galinha, o alho, os tomates, a cebola e o pimentão, o coloral, o cominho, a pimenta e o vinagre, junte ao caldo do mocotó e deixe ferver.
Dissolva a farinha em ½ litro de caldo de galinha, bata no liquidificador e junte ao caldo lentamente para não formar grumos. Deixe cozinhar por mais 20 minutos. Acerte o sal, junte o cheiro-verde (indispensável) e sirva com molho de pimenta, limão e farinha de mandioca à parte.

Sobre o Mocotó:

O Mocotó é um restaurante de comida sertaneja, fundado em 1973 por José de Almeida e hoje dirigido por seu filho, Rodrigo Oliveira, Chef do Ano e um dos 100 brasileiros mais influentes, segundo a revista Época. Está localizado na Zona Norte de São Paulo, e foi eleito recentemente o 16º restaurante da América Latina pela revita britânica Restaurant.

Nem releituras, nem caricaturas. Comida original, verdadeira, autêntica. O legado de seu pai, José de Almeida, que abrira o empório nordestino em meados da decada de 70, pode ser entendido como a receita do sucesso do Mocotó Restaurante e de seu chefe, Rodrigo Oliveira, apontado por diversas publicações, incluindo a revista Elle do Japão, como um dos mais influentes jovens chefes do mundo.

Depois de figurar como um dos melhores restaurantes de São Paulo, no começo de agosto apareceu em uma lista da revista norte-americana “Newsweek”, que elencou os 101 melhores lugares para se comer no mundo.

“Fazer cozinha brasileira pra mim é fazer a comida do sertão, que é o meu chão e o de minha família”, diz o chef, evocando a história de José Oliveira de Almeida, nascido em 1938 em Mulungu, vilarejo do sertão pernambucano e seu grande mentor até os dias de hoje.

Hoje, um dos destinos mais procurados por criticos internacionais, chefes e amantes da cozinha, o Mocotó, segundo a 50th Best Restaurans in the World, associação que elenca os melhores restaurantes do mundo, não é apenas um restaurante que serve comida brasileira. “É comida brasileira de verdade, onde os convidados podem ter uma experiência única, cozinha superior e coquetéis especiais numa atmosfera de calor e hospitalidade”

Para os daqui, uma ligação entre passado e futuro da comida brasileira, ainda segundo a associação, para estrangeiros um lugar para se conhecer sabores intensos, cores e texturas que revelam a melhor, mais original e sincera gastronomia que o país pode oferecer.

Uma experiência que está a disposição de todos, num restaurante que acolhe a todos os paladares, níveis sociais e culturais, de forma inclusiva e democrática, numa cozinha que, como define Rodrigo Oliveira é feita com a alma, os olhos no mundo e os pés sempre firmados no sertão que o inspira e alimenta todos os dias – “seu chão” como afirma. Sorte dos amantes da grande cozinha, pois, neste lugar se leva a efeito a afirmação de Guimarães Rosa, para quem “o sertão é o mundo”.

Serviço:

Av. Nossa Sra do Loreto, 1100 – Vila Medeiros
São Paulo – SP – Brasil – CEP 02219 001

2951 3056  – contato@mocoto.com.br
Segunda à sexta: 12 às 23h
Sábados: 11h30 às 23h
Domingos e feriados: 11h30 às 17h

Foto e fonte: http://www.mocoto.com.br/restaurante/restaurante.php

Receitas, Receitas de Chef

2 Comentários para “Receita de Chef: Caldinho de Mocotó (Rodrigo Oliveira)”

  1. Oswaldo Ramos de Oliveira says:

    Uma delícia esta receita. É uma das mais completas que já vi. Parabéns!!
    Se puderem, informem nas próximas receitas quantas porções/pessoas elas servem aproximadamente. Seria muito bom essa informação.
    Parabéns mais uma vez!
    http://www.instagram.com/oliveiraramosbuffet/
    Conheça nosso site: http://bit.ly/2ARTuXZ

    • Armazém das Especiarias says:

      Oswaldo,

      Boa dica, obrigada pela sugestão.
      Vamos tentar fazer isso das próximas vezes!

      Bjs

Deixe seu comentário