Óleo de linhaça

out 22, 2018 Sem comentários by

Segundo a nutricionista Claudia Capella, ligada a Anvisa, “o óleo extraído da semente de linhaça é uma fonte riquíssima em ômega 3, 6 e 9. Melhor, é um dos poucos alimentos com ômega numa proporção próxima do ideal, o que é imprescindível para que exerça suas funções benéficas.” A opinião da nutricionista ainda é reforçada por estudos do Centro Médico da Universidade de Maryland, nos EUA, que apontam para os mesmos resultados.

Ser antioxidante dá ao óleo de linhaça a possibilidade de auxiliar no reforço ao nosso sistema imunológico.

Nossa especiaria é também uma gordura, do bem. Amiga do coração. Pesquisas atestam que seu consumo  reduz o colesterol total e o LDL ( o ruim), aumenta o HDL ( o bom) e participa do equilíbrio da pressão arterial.

Alguns estudos apontam a linhaça, da qual nossa especiaria é filhota querida, como uma auxiliar no fortalecimento da memória, e pode atuar na prevenção de doenças como a demência e o Alzheimer.

Outras pesquisas trabalham na linha de fazer uma ligação entre nossa especiaria e as isoflavonas da soja como possível auxiliar no tratamento do câncer. Uma pesquisa realizada na Universidade de Toronto apontou: “mulheres que sofrem com câncer de mama, independentemente do grau de capacidade de invasão da doença, podem beneficiar-se do tratamento com seu consumo”.

Mais elementos positivos contabilizados ao óleo de linhaça: auxilia a fortalecer os ossos; a ligana, um dos seus principais componentes,  é a atriz principal no equilíbrio hormonal e deixa mais suave o período da TPM; bem como auxiliar em tratamentos antidepressivos; é parceira de regimes alimentares, visto fazer sua parte ao patrocinar a questão saciedade, e diminuir a vontade de comer doces,  aumentando a taxa metabólica, queimando calorias e gorduras mais rapidamente.

Na questão alimentação, uma informação fundamental: nunca cozinhe com óleo de linhaça.

Use, a frio, em saladas, sucos, sopas, vitaminas, iogurtes, molhos, frutas, ou substituindo a manteiga em pipocas, batatas ou arroz; ideal para temperar entradinhas e queijos como o cottage e ricota.

A orientação de uso mais aceita por médicos de várias tendências que incluem a linhaça em seu tratamento é tomar 1 a 2 colheres de sopa, de óleo ou 1 a 2 cápsulas por dia durante as refeições.

Destaques, Especiarias
Nenhum Comentário para “Óleo de linhaça”

Deixe seu comentário