Especiaria: Pimenta Americana

dez 03, 2018 Sem comentários by

A nossa especiaria tem frutos alongados, de cor verde intenso e brilhante.

Praticamente pode ser classificada como uma pimenta de sabor doce, utilizada no preparo de vários pratos da comida brasileira, muitas vezes usada para substituir o pimentão.

A denominação “pimenta doce” deve-se ao fato de que ela tem mínima ardência.

Você acostumados com os posts do Armazém das Especiarias sabem que as pimentas têm uma centena ou mais de ardências diferentes, das mais suaves às mais “quentes”, que devem ser usadas com cuidado e sempre com orientação.

Esta ardência está classificada numa tabela conhecida como Escala de Scoville,  criada em 1912 pelo farmacêutico Wilbur Scoville que desenvolveu um método para medir o “grau de calor” das pimentas.

A preferência de muitos chef profissionais e chefs donas de casa pela pimenta americana pode ser atribuída ao seu aroma. É utilizada para aromatizar pratos com o cheio único que ela exala.

Rica em vitamina C, a pimenta americana merece destaque no auxílio em ações anti-inflamatórias, antimicrobianas e – até alguns estudiosos afirmam – anticancerígenas.

Navengando na área de uma poderosa auxiliar da medicina, devemos lembrar que a nossa especiaria apresenta a Capsaicina. A luteína encontrada nas pimentas de cor vede é, para alguns especialistas, uma excelente auxiliar na saúde geral dos olhos.

Os ácidos ferúlico e sinapínico, encontrados nesta pimenta americana, são auxiliares potentes na prevenção de doenças que afetam o sistema nervoso. O potássio e cobre são importantes nutrientes para a saúde do organismo. Ainda destaque para outros efeitos dos componentes desta pimenta: o efeito analgésico e o auxílio na formação de colágeno, vital para a saúde da pela.

Sempre é prudente quando se associa uma especiaria com saúde, recomendar que você busque orientação com o médico especialista de sua inteira confiança. Não importa que linha de medicina ele pratique. É ele que te conhece bem e sabe dosagem e hora de usar, diminuir ou parar o consumo.

Na harmonização com a culinária, a nossa pimenta americana é bem-vinda desde um simples picles, uma geleia ou uma conserva a nossa especiaria harmoniza e cai bem nesta linha de simples petiscos.

Outras dicas básicas: a pimenta recheada até pratos para se comer no café da manhã. Um exemplo: é a composição de mexido de ovos e batatas temperados com a pimenta americana. Um prato muito comum no café de muitos mexicanos e que vem ganhando adeptos no Brasil.

A conhecida Panqueca de carne ao sugo mostra a versatilidade dessa pimenta, ao acrescentar um toque de leve ardência e um sabor adocicado único.

Outro prato simples, que pode ganhar em sofisticação e sabor é o uso da pimenta e macarrão. Diversas receitas podem ser preparadas. Um exemplo: um espaguete com cação e pimenta americana é a tacada certa para servir um prato diferente e delicioso.

Destaques, Especiaria Tags:
Nenhum Comentário para “Especiaria: Pimenta Americana”

Deixe seu comentário