Especiaria: Beni Shoga

dez 10, 2018 Sem comentários by

No Brasil, a culinária oriental há muito tempo faz parte quase do nosso dia a dia, no quesito alimentação.

A população de japoneses e descendentes vivendo em nosso país é uma das maiores fora do seu país de origem. E os Brasileiros facilmente se encantaram com os seus pratos, ao ponto de você encontrar sempre, em qualquer cidade grande, vários restaurantes que preparam e servem a comida do Japão, do oriente.

Um dos pratos que caiu totalmente no gosto dos brasileiros é o sushi. Outro, o sashimi. E com eles conhecemos a nossa especiaria: o Beni Shoga.

Ela é uma conserva de gengibre que, tal qual um mix, pode receber várias formulações. Uma, bem básica: gengibre, água, sal, ácido cítrico, sorbato de potássio e pigmento vermelho.

É muito usada em pratos como o shshi, sashimi, grelhados, okonomiyaki e saladas.

A nossa especiaria, também chamada de Shoga Gari é composta de fatias finas em conserva. Seu sabor é muito apreciado pois alterna o paladar do prato entre o doce, azedo ou levemente picante. Sua cor pode ter tons amarelos ou rosa. E sua função principal é “limpar” o paladar entre um shushi e outro.

Importante: a receita do Shin-Shoga – outro nome como é conhecido – é muito simples e fica melhor quanto mais jovem for o gengibre. Outra dica: se você quer que a sua conserva tenha aquele tem rosado, deve usar a ponta rosa presente em gengibres novos e frescos.

Um pouco de história.

A Beni Shoga é uma das especiarias da grande família Tsukemono – que quer dizer verduras e legumes em conserva. Este tipo de alimento está sempre presente nas refeições japonesas, não por sua riqueza de sabores, mas também por ser considerada uma arte decorativa em uma refeição.

Uma das principais funções da família Tsukemomo é “limpar o paladar” entre um alimento e outro em uma refeição. Para fazê-la, os japoneses usam praticamente todos os legumes e verduras: rabanete japonês, nabo, pepino, berinjela, gengibre, cenoura, repolho, acelga, raiz de lótus, cebolinha e ameixa.

Outra forma de fazer o Beni shoga em sua própria casa;

Ingredientes:
200 g de gengibre fresco
120 ml Vinagre
100 ml de Água
5 colheres de sopa de açúcar (branco ou mascavo)
½ colher de sopa de sal

Preparo:
1. Lave bem o gengibre, corte em pedaços de cerca de 4 cm e descasque com uma colher.
2. Retire a umidade usando um papel toalha.
3. Com um fatiador de legumes, fatie o gengibre colocando-o em uma peneira dentro de um recipiente com água.
4. Deixe de molho por 15 minutos para reduzir o sabor picante.
5. Em uma panela, adicione a água, o açúcar e o sal.
6. Ligue o fogo e misture até que o açúcar dissolva bem.
7. Retire do fogo e acrescente o vinagre.
8. Em outra panela, coloque o gengibre pra ferver por 1 ou 2 minutos.
9. Retire do fogo e deixe escorrer bem a água.
10. Coloque o gengibre fatiado dentro de recipientes de vidro limpos e esterilizados.
11. Coloque três colheres de sopa do vinagre doce junto ao gengibre.
12. Misture bem e depois retire o excesso de vinagre.
13. Agora acrescente o restante do vinagre doce.
14. Feche o recipiente e guarde na geladeira.
15. Agora é só degustar seu Shoga Gari com sushi e outros pratos orientais.

Fazendo uma relação entre a nossa especiaria e a medicina, o gengibre por natureza é considera uma planta ”quente”. Afirmam os estudiosos que ele estimula a mucosa gastroentestinal, melhora a digestão e pode efetivamente auxiliar no tratamento de inchaço causado pela ingestão de alimentos muito frios, dor abdominal, diarreias e vômito.

Consideramos sempre bom aconselhar que, em qualquer um destes caso, você procure um médico especialista de sua inteira confiança.

Destaques, Especiarias
Nenhum Comentário para “Especiaria: Beni Shoga”

Deixe seu comentário