Especiaria: Goji Berry

set 30, 2019 Sem comentários by

A pronúncia já é complicada. E a polêmica criada em torno de suas qualidades ainda maior! Assunto que vamos tentar desembaraçar.

Pouco conhecida entre alguns brasileiros, a goji berry tem sido cantada em “verso e prosa” como a especiaria superalimentação da moda.

Sempre bom lembrar: nenhuma especiaria é um remédio. Ela somente funciona quando cúmplice de um programa de reeducação alimentar, somando aí a prática de uma vida saudável, alimentação balanceada e exercícios físicos, mesmo que comecem com uma simples caminhada.

Importante. A presença do seu médico de confiança, não importa qual corrente de pensamento você acompanhe, é sempre fundamental. Somente ele te conhece bem e sabe, exatamente, o quanto e quando a especiaria dever ser usada. Indicações e contraindicações

Goji berry. Vamos lá!

Consumida pelos orientais há milhares de anos, goji berry ainda é novidade no país, mas vem conquistando cada vez mais espaço no cardápio dos brasileiros.  Originária do sul da Ásia – China, Tibete e Índia -, a fruta é vista como a sensação do momento nas dietas e destaca-se também por suas propriedades benéficas à saúde.

Rica em variedade de aminoácidos, vitaminas, minerais, ácidos graxos insaturados, antioxidantes e polissacarídeos, a goji berry agrada à primeira vista por ser pouco calórica. Uma colher de sopa da fruta possui cerca de 50 calorias. Contudo, seus benefícios vão muito além da balança.

Um aspecto, entre muitos, merece atenção: concentração de vitaminas. Estudo demonstram que cada 100 gramas, ou uma xícara (chá) de goji seca contém 2.500 miligramas de Vitamina C, 50 vezes mais do que uma laranja.

Trabalho publicado pelo American Journal of Clinical Nutrition conprovou a alta concentração de vitaminas B1, B2 e B6., cerca de 20 aminoácidos, potássio, selênio e cálcio.

A nutricionista funcional Patricia Davidson Haiat, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), aprova o consumo da goji berry diariamente, em matéria publicada pela UOL: http://dietaja.uol.com.br/dieta-da-goji-berry-emagrece-ate-2-kg-por-semana/

De acordo com ela,  o uso diário da goji berry melhora o humor e regula o hormônio causador do estresse. Reduz o colesterol ruim (LDL) e protege rins e fígado. Melhora a aparência da pele, deixando-a mais bonita e saudável.  Tem mais betacaroteno do que a cenoura, o que aumenta a obtenção de vitamina A para combater a osteoporose, prevenir as doenças da visão. Previne o desenvolvimento de câncer, além de combater os radicais livres.

Uma pesquisa publicada em maio de 2008, no Journal of Alternative and Complementary Medicine mostrou que o consumo regular do goji berry resulta no aumento do nível de energia, desempenho atlético, qualidade do sono, facilidade de despertar e a capacidade de se concentrar.

A goji berry pode ser consumida fresca, seca e misturada a frutas, saladas, cereais, sucos e  iogurtes. “Quando for escolher, prefira as frutas orgânicas e as que tiverem uma cor vermelha rica. Deixe de lado as duras, secas e escuras. A dosagem recomendada é de 15 a 45 gramas diários, o equivalente a uma ou duas colheres (sopa)”, orienta Patricia Davidson Haiat, nutricionista funcional e professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Contraindicações

Vários relatos sobre a goji berry apontam as seguintes restrições: Não é indicada para crianças, grávidas, lactantes, pessoas que fazem uso constante de medicamentos para controle da pressão arterial e diabetes. Além disso, não se recomenda para quem faz uso da warfarina (medicação usada para evitar trombose). Bons motivos, ressaltamos mais uma vez,  para você consultar sempre um médico de sua inteira confiança. Não importa qual linha terapeuta ele siga e professe.

Ouvindo o outro lado

Alguns especialistas na área de nutrição e medicina adotam outras abordagens. O diretor do Instituto de Medicina Tradicional, em Portland, Oregon, Subhuti Dharmananda, disse que não havia nenhuma evidência de que gojis têm propriedades que combatem doenças específicas.

“Dizer que ajuda a curar o câncer é arriscado no campo médico”, disse Dharmananda, que tem um doutorado em Biologia. “Em termos de efeitos antioxidantes, mirtilos e framboesas são provavelmente tão boas e, geralmente, muito mais baratas.”

Ceticismo semelhante foi expresso pelo Dr. Ralph Moss, uma autoridade em terapias contra o câncer alternativo. “Algo tão simples como o chá verde parece ter um efeito igual ou ainda melhor com um centésimo do custo”, disse ele.

O debate em torno da participação na área da saúde da goji berry é fundamental. E continua.

Durante pesquisa, experts da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, notaram o seguinte, depois de vários testes em cobaias mais velhas: “A goji berry aprimora a ação de células responsáveis por ativar unidades do sistema imune que combatem infecções”, acredita Simin Meydani, autora da investigação.

Na culinária, a goji berry, afirmam vários chefs harmoniza com sucos – como o de abacaxi,  iogurtes de soja, comidas com cereais, vitaminas, bolos, sushis, risotos, arroz com chester, panetones, frango.

Destaques, Especiaria, Especiarias Tags:
Nenhum Comentário para “Especiaria: Goji Berry”

Deixe seu comentário