Receitas Juninas: Bolinho Caipira

jun 18, 2012 Sem comentários by

Especiarias: salsinha, cebolinha (cheiro verde)

Bolinho caipira é um quitute muito tradicional nas festas juninas. A massa é feita com farinha de milho e farinha de mandioca, já o recheio varia bastante. A receita que escolhemos é com recheio de carne moída.

Bolinho Caipira

Ingredientes
2 kg de farinha de milho amarela
1 kg de farinha de milho branca
1 xícara de farinha de mandioca
Óleo
Água para dar o ponto

Para o recheio
1/2 kg de carne moída (de preferência, patinho, paleta ou acém)
Molho de cheiro-verde
1 cebola
Óleo  Sal
Pimenta-do-reino
1 1/2 limão cravo

Preparo
O primeiro passo é misturar todas as farinhas e o sal, aproximadamente 1 colher (sopa). Para essa quantidade de farinha, reserve cerca de 1 1/2 litro de água. Coloque a água aos pouquinhos e vá mexendo. O óleo (mais ou menos 1 xícara) deve ser colocado depois que a massa apresentar uma característica especial: quando não grudar mais na mão. Coloque aos poucos e amasse novamente.Quanto mais sovar a massa, melhor fica o bolinho. Tem um segredo para saber se a massa está boa para fritar: quando você enrola a massa e não rachar dos lados. Acabando de fazer a massa, não deixe muito tempo sem enrolá-la porque ela resseca muito (a farinha de milho suga muito a água). Se você quiser guardar um pouco, cubra com um pano de prato úmido para não ressecar.

Para o recheio
Depois de por a carne, coloque o sal a gosto, pimenta-do-reino, limão cravo, cebolinha, salsa e cebola de cabeça.
Não esqueça de um pouquinho de óleo para ela ficar mais úmida dentro do bolinho. O próximo passo, é enrolar. Dê um jeito para deixar a carne moída dentro do bolinho. Atenção para a quantidade de massa: o bolinho não pode ser muito massudo senão, no fritar, fica cru no meio.

Fonte: Mais Você

SALSINHA
A salsa, uma dos grandes coringas da cozinha ocidental, é as vezes relevada ao papel de decoração. Uma injustiça. A especiaria começou a ser cultivada três séculos antes de Cristo. Os romanos a utilizavam para decorar e incrementar os pratos. Além disso, a colocavam em volta da mesa e do pescoço por acreditarem que a erva absorvia gases nocivos. Europeus da época medieval acreditam que era possível matar um inimigo retirando um ramo da salsa enquanto se pronunciava o nome do rival. A salsa não só é gostosa como também tem propriedades nutritivas. O farmacêutico Douglas Chaves, do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriu que a salsa, além de diurética, afina o sangue, ou seja, ela pode ajudar a combater as doenças cardiovasculares, que atingem hoje 30% da população em todo o mundo. Os componentes químicos da salsa agem na circulação. Eles impedem a formação de trombos – aqueles coágulos que podem entupir os vasos e causar derrames. E não é só isso, salsa é rica em antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras que ajudam a controlar o colesterol e prevenir constipação. A salsa é vendida sozinha ou na mesma embalagem da cebolinha, formando o famoso Cheiro Verde tão comum na culinária do Brasil.

Como usar, plantar e armazenar a especiaria salsinha

Receitas com salsinha

Allgemein, Cebolinha, Entradas, Pratos Típicos Brasileiros, Receitas de Chef, Salsinha Tags: , , , , , , , ,
Nenhum Comentário para “Receitas Juninas: Bolinho Caipira”

Deixe seu comentário